All for Joomla The Word of Web Design
Dourados-MS,
Câmara11

Grid List

O médico Renato Oliveira Garcez Vidigal, ex-secretário municipal de Saúde preso preventivamente há mais de um mês acusado de supostas fraudes licitatórias, foi flagrado com um aparelho celular na cela que ocupa na PED (Penitenciária Estadual de Dourados) na quarta-feira (11).

Esse caso foi comunicado à PF (Polícia Federal) e ao MPF (Ministério Público Federal), que no dia 6 de novembro deflagraram a segunda fase da Operação Purificação, denominada Nessum Dorma Adsumu, em conjunto com o MPE-MS (Ministério Público Estadual).

Ao Dourados News, a assessoria de imprensa da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) informou que Vidigal foi isolado em cela disciplinar e um será aberto um Padic (Procedimento Administrativo Disciplinar).

Conforme o portal da transparência do município, o médico é servidor municipal estatutário admitido em 5 de maio de 2017. Embora esteja lotado no Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), do qual foi coordenador até ser preso, seu registro consta como licenciado. Em novembro, teve remuneração básica de R$ 12.010,08.

Em decorrência da Operação Nessum Dorma Adsumu, Vidigal é uma das cinco pessoas acusadas de desviar recursos públicos destinados à aquisição de alimentação hospitalar para pacientes internados e acompanhantes entre os anos de 2017 e 2018. Essa denúncia já foi aceita pela Justiça Federal em Dourados em novembro. 

Também no final do mês passado, ao negar habeas corpus impetrado pela defesa do médico, o desembargador Fausto De Sanctis citou novos detalhes das acusações, que incluem ainda suspeita de direcionamento em licitação de R$ 1,2 milhão por meio da qual a Secretaria de Saúde de Dourados contratou empresa para transportar pacientes.

Na decisão, o relator da 11ª Turma do TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) pontuou que “se permanecer solto, o investigado, ora paciente, terá facilidade para planejar e executar ações visando impedir o esclarecimento de certos pontos e a identificação do envolvimento de outras pessoas, e, ainda, evadir-se do distrito da culpa, intimidar testemunhas, combinar depoimentos e destruir provas dos crimes, supostamente cometidos, tudo em detrimento da verdade real dos fatos”.

Advogado que atua na defesa do ex-secretário, João Arnar Ribeiro argumentou ao TRF 3, entre outros pontos, que a prisão cautelar imposta possui carga de antecipação da pena, e que as principais diligências já foram realizadas, não sendo razoável a manutenção da segregação do paciente, eis que, nesses casos, há a possibilidade legal de se estabelecer medidas cautelares diversas da prisão, nos moldes do artigo 319 do CPP, bem como que não há contemporaneidade entre os fatos narrados e a prisão, considerando que Vidigal deixou Secretaria da Saúde de Dourados em dezembro de 2018.

Ao Dourados News, o defensor já havia explicado que para justificar o mandado de prisão preventiva cumprido em 6 de novembro “o juiz disse que ele era chefe da repartição, da secretaria, e como chefe teria deixado de tomar certos cuidados”. “Mas na verdade não lhe eram inerentes porque o secretário de Saúde não tem gerência sobre a Funsaud [Fundação dos Serviços de Saúde de Dourados], o que acontece lá não diz respeito a ele”, rebateu.

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) recuperaram, na tarde de ontem (10/12), uma retroescavadeira caterpillar de cor amarela furtada no Estado no Paraná, no dia 8 de dezembro de 2019.

A apreensão ocorreu durante o policiamento para fiscalização na Linha Internacional entre Brasil e Paraguai, no município de Paranhos, região Sul do Estado. 

Os policiais visualizaram a máquina abandonada próximo a um assentamento.

Durante a checagem no Sistema de Cadastro Criminal descobriu-se o registro de furto ocorrido na cidade de Santa Mônica (PR). Os policiais fizeram buscas nas imediações, mas nenhuma pessoa foi localizada como responsável pelo veículo.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia de Polícia Civil de Paranhos.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. 

Maristela Benites, 43, disse ter golpeado o marido, Elson Quevedo, 36, por estar cansada de apanhar do rapaz. Na manhã desta terça-feira (10/12) ela o atingiu com uma facada no peito, resultando em morte. 

O caso aconteceu na comunidade Ñu Verá, acampamento montado às margens da Perimetral Norte, na Reserva Indígena de Dourados. 

Familiares disseram que o casal discutia constantemente e pela manhã, a mulher acabou cometendo o crime. À polícia, ela negou intenção de matar o marido e alegou tentativa de se defender de outra agressão. 

Encaminhada ao 1º Distrito Policial, deve ser autuada em flagrante pelo homicídio. A arma usada no crime foi apreendida.  

Estão definidos os adversários dos times de Mato Grosso do Sul na primeira fase da Copa do Brasil. O Águia Negra enfrentará o Sampaio Corrêa (MA) e o Aquidauanense terá pela frente o ABC (RN). Os jogos estão previstos para 5 e 12 de fevereiro.

O sorteio dos confrontos foi realizado nesta quinta-feira (12) na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no Rio de Janeiro.

Conforme o regulamento, os times sul-mato-grossenses jogam a partida única em casa, porém os adversários têm a vantagem do empate.

O ABC foi rebaixado na temporada 2019 para a quarta divisão do Campeonato Brasileiro, enquanto o Sampaio Corrêa conseguiu o acesso para a Série B de 2020, terminando o torneio com o segundo lugar.

Os confrontos de times da primeira divisão do futebol nacional são: Fast Clube (AM) x Goiás, Altos (PI) x Vasco da Gama, Campinense (PB) x Atlético Mineiro, União (MT) x Atlético (GO), Moto Club x Fluminense, Brusque x Sport, Bahia x River (PI), Caxias (RS) x Botafogo, Manaus x Coritiba e Bragantino (PA) x Ceará. O Cruzeiro, recém-rebaixado para a Série B, enfrentará o São Raimundo (RR).

Dos 40 jogos previstos inicialmente, somente cinco clubes sobreviverão e vão se juntar nas oitavas de final a São Paulo, Athletico-PR, Corinthians, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, RB Bragantino, Fortaleza e Cuiabá.

Se depender do esforço, suor e generosidade de quatro pessoas, 27 famílias do Parque das Nações I, na periferia de Dourados, serão beneficiadas de três a quatro meses. Neste sábado (7), das 6h às 18h, eles deixaram o conforto de suas casas para participarem da quarta edição da Ultramaratona Solidária, com percurso ao redor da Paróquia Santo Elias.Foram 12 horas de entrega total em nome da caridade e que terminaram com a arrecadação de mais de dois mil quilos de alimentos.

Além do gosto pelas corridas de rua, o amor ao próximo é o que une essas pessoas de histórias parecidas, mas até de lugares diferentes, como o trabalhador da usina de álcool e de açúcar de Maracaju, Odílio Paredes,59 anos. “Vim aqui porque acredito no ser humano e na sua capacidade de auxiliar quem passa por alguma necessidade”, conta Paredes que ficou entusiasmado com a iniciativa do agente de saúde Itamar Viana, idealizador do desafio.

Segundo Itamar Viana, 44 anos, a cada ano a população fica conhecendo melhor a proposta do grupo e sua verdadeira finalidade. “Com o passar do tempo a pessoas começam a enxergar o próximo com outros olhos. Eles acabam percebendo que essa é também uma oportunidade de praticar o bem”, disse o ultramaratonista.

Anízio Silva, 45 anos, também ressalta a importância da ultramaratona para o fortalecimento da comunidade. “Esse é um momento em que a gente se fortalece para continuar correndo em busca de dias melhores não só para a minha vida, na medida em que estou cuidando da minha saúde, como também para as demais pessoas, principalmente as mais necessitadas”.

Apesar do cansaço a funcionária da UEMS (universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Cida Dias, 48 anos, não consegue disfarçar o sentimento de dever cumprido. “Descobri que todos nós podemos fazer alguma pelo outro e não só pela gente e isso é uma sensação praticamente indescritível”, conta a funcionária pública.

“Os alimentos arrecadados serão entregues para as 27 famílias que já estão cadastradas pelos voluntários da nossa comunidade”, explica João Elias,coordenador do conselho paroquial da Conferência São Vicente Palocci.

No time ideal eleito por jornalistas e profissionais do futebol, o Rubro-Negro da Gávea só não teve o goleiro e um volante. Para essas duas posições, os escolhidos foram Santos e Bruno Guimarães, do Athletico do Paraná, que terminou o campeonato no quinto lugar.

Além deles, os outros nove são do Flamengo: Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí, Filipe Luís, Gerson, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. No meio da premiação, aliás, o camisa 9 recebeu uma surpresa da plateia. Parte dos presentes repetiram o que o atacante se acostumou a ouvir das arquibancadas: "fica, Gabigol". Com contrato até o fim do ano, o jogador pertence à Inter de Milão, da Itália, e ainda não definiu o futuro.

O grande craque do Brasileirão 2019 foi Bruno Henrique. O craque da galera, eleito em votação popular, também é do Flamengo: Everton Ribeiro. O gol mais bonito também foi de um jogador do time da Gávea: Arrascaeta, na bicicleta contra o Ceará .

Para comandar essa constelação do futebol brasileiro, o escolhido foi o português Jorge Jesus, do Flamengo, que recebeu de Zagallo o troféu de melhor técnico. O prêmio de revelação para o atacante Michael, do Goiás.

Com cardápio variado e nova estrutura para atender os visitantes, o Showtec 2020 traz um parque gastronômico para valorizar a culinária regional. A novidade desta edição terá ambiente composto por seis operações, em um espaço de aproximadamente 900 metros quadrados, e funcionará durante todos os dias do evento, que será realizado de 22 a 24 de janeiro, na sede da Fundação MS, em Maracaju (MS).

A nova praça de alimentação do Showtec será construída por meio de uma parceria inédita com a Abrasel/MS (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul), que trará empresas associadas para o atendimento aos visitantes. De acordo com o presidente da entidade, Juliano Wertheimer, a experiência em eventos como a “Cidade do Natal” e a “71ª Reunião Anual da SBPC” ajuda a consolidar a participação no Showtec, com equipes capacitadas para eventos de grande porte. 

Wertheimer também ressalta que a participação no evento representa uma aliança entre o setor de alimentação fora do lar, representado pela Abrasel, e o Showtec, que traz o inovações do segmento mais forte da economia do Estado, o agronegócio. “Será uma grande oportunidade para que os empresários levem sua marca e mostrem ao público a diversidade da nossa gastronomia, com preço justo e agilidade. Estamos levando uma seleção de operações bastante representativa para isso”, argumenta. 

Conforme o diretor executivo da Fundação MS, Alex Melotto, criar uma praça de alimentação dentro da feira é uma forma de atender a demanda dos visitantes de forma rápida e com mais opções. “A expectativa é que esse espaço melhore a experiência do público que virá para o Showtec, fornecendo variedade de sabores, preços atraentes e mais agilidade no atendimento, por período maior, haja vista que a praça ficará aberta das 10h às 18h”, enfatiza.

Entre as operações que participarão da feira, estão My Chicken, Bob’s, Hambugreria, Roasted Potato, além de opções que trazem sabores da cultura regional, como pastel e sobá, e bebidas. 

Sobre o Showtec

O Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do segmento. A feira é destinada aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, e leva informações de forma direta e aplicável.

O evento é realizado pela Fundação MS e promovido pelo Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), contando com patrocínio do Senar/MS, Sistema Fiems/Senai e Sicredi. O Showtec conta, ainda, com o apoio da Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (Febrapdp), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Embrapa, Fundems, Prefeitura Municipal de Maracaju, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Semagro e Fundação Agrisus. 

“Desde a primeira edição da Tecnofam, evento de Tecnologias e Conhecimentos para a Agricultura Familiar, a Prefeitura Municipal de Dourados nos auxilia na logística. Já é tradicional, desde 2014. Agora a ideia é avançarmos nessa parceria, com demonstração de trabalhos desenvolvidos pela prefeitura, que também é uma das realizadoras do evento”, afirma Auro Akio Otsubo, Chefe-Adjunto de Transferência de Tecnologia, da Embrapa Agropecuária Oeste, Centro de Pesquisa promotora e realizadora da Feira.

O Secretário de Agricultura Familiar do município, Junior Bittencourt diz que “quem ganha com a ampliação dessa parceria é o público-alvo da Tecnofam, que é o que mais precisa de conhecimentos e ações de transferência de tecnologia e o que mais precisa do poder público que está na ponta do sistema”, diz Bittencourt, lembrando que o público urbano também está inserido na programação. “É importante que todos entendam e saibam como os alimentos chegam na mesa do consumidor.” 

Entre as ações propostas pela Prefeitura, estão a distribuição de mudas nativas da região; ambiente de atendimento na área de saúde; demonstração da história de Dourados por meio de fotos; adequação da programação do roteiro de tecnologias para alunos das escolas municipais, de forma didática e lúdica, com a participação da Embrapa e secretarias do meio ambiente, da agricultura familiar, da educação e da cultura. 

Para Márcio Akira Ito, supervisor do Setor de Implementação da Programação de Transferência de Tecnologias (SIPT) da Embrapa Agropecuária Oeste, “o evento é uma oportunidade da Prefeitura Municipal de Dourados mostrar à população urbana e rural o que tem feito, trazendo várias secretarias para a Feira”, comenta.

Segundo Otsubo, o objetivo da Tecnofam é dar oportunidade aos agricultores familiares de ter contato com soluções tecnológicas, com enfoque na sustentabilidade da produção agropecuária. Há estações a campo, mostra de tecnologias, oficinas, mostra de máquinas e implementos, feira de produtos da agricultura familiar, espaço institucional e mostra de tecnologias adaptadas. 

Em solenidade nesta quarta-feira (11), no plenário da Câmara Municipal de Dourados, o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), procederá à entrega de honrarias a pessoas físicas e jurídicas que têm contribuído com os programas de atenção às crianças e adolescentes em Dourados durante o ano de 2019.

Por meio do Decreto Legislativo 771 de 2 de abril de 2014, a Câmara de Dourados instituiu o Diploma “Amigo da Criança”, “Empresa Amiga da Criança” e “Contabilista Amigo da Criança” para pessoas físicas, pessoas jurídicas e escritórios de contabilidade, a serem outorgados àqueles que destinaram recursos de seu Imposto de Renda para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

A solenidade de entrega das honrarias será nesta quarta (11), a partir das 18h, no plenário da Câmara Municipal de Dourados.

A presidente do CMDCA em Dourados, Sandra Giselly Assunção explica que o objetivo dos títulos instituídos pela Câmara de Vereadores é estimular doação ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. As honrarias são concedidas a cada ano às empresas ou pessoas físicas que contribuírem com o valor mínimo anual, definido pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, em forma de diploma, constando o nome da empresa ou pessoa física doadora.

De cada 10 veículos na rua, menos de três têm seguro facultativo - mais de 70% transitam somente com o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (Dpvat). Esse é um dos argumentos da Seguradora Líder, responsável pela administração do Dpvat, para tentar reverter a decisão do governo de extinguir o seguro.

No dia 11 de novembro, o governo enviou ao Congresso Nacional a Medida Provisória nº 904 para extinguir o seguro a partir de 1º de janeiro de 2020.

De acordo com o governo, a medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar os custos de supervisão e de regulação do seguro por parte do setor público, atendendo a uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Para a Seguradora Líder, o Dpvat “propicia uma importante reparação social, já que protege os mais de 210 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito, especialmente os de renda mais baixa”. “Dos 42% de beneficiários que informaram a renda em todos os pedidos de indenização já computados pelo Consórcio do Seguro Dpvat, cerca de 80% têm de nenhuma renda até um salário mínimo”.

A seguradora argumenta ainda que o Dpvat “representa importante fonte de recursos para a União em prol de toda a população”. “Além dos 50% do total arrecadado com o seguro, direcionados ao SUS [Sistema Único de Saúde] e Denatran [Departamento Nacional de Trânsito], mais de 38% da arrecadação são destinados ao pagamento das indenizações às vítimas de acidentes de trânsito e revertidos diretamente à sociedade”. A parcela destinada à margem de resultado e despesas gerais da seguradora soma cerca de 12%.

Em caso de acidente de trânsito, o Dpvat cobre até R$ 2.700,00 de despesas médicas, quando não realizadas pelo SUS. Em caso de invalidez permanente ou morte, a vítima ou sua família recebe até R$ 13.500,00. O Seguro Dpvat não cobre danos materiais e é administrado em forma de monopólio pela Seguradora Líder-Dpvat, constituída por 73 seguradoras que participam do Consórcio do Seguro Dpvat.

Estudo do governo

No último dia 10, a Secretaria de Política Econômica (SPE) e a Superintendência de Seguros Privados (Susep) divulgaram estudo que embasou a decisão do governo de extinguir o Dpvat.

Diferentemente de outros países, em que há seguro obrigatório de trânsito, o Dpvat não é direcionado aos que não deram causa ao acidente. Em nota, os órgãos dizem que o seguro destina a maior parte dos pagamentos de indenizações ao próprio motorista (58%), mesmo que ele seja inadimplente e culpado pelo acidente, onerando todos os demais proprietários de veículo automotores, independentemente da faixa de renda.

Para o governo, o “fim do seguro obrigatório tende a aumentar o mercado de seguros facultativos e a cultura de proteção por parte de motoristas e proprietários.”

Saúde

A SPE considera que a extinção do Dpvat terá pouco impacto sobre o orçamento do SUS. Segundo o estudo, a parcela do seguro obrigatório repassada à saúde pública neste ano correspondeu a R$ 965 milhões, o equivalente a 0,79% do orçamento total de R$ 122,6 bilhões para a área neste ano.

O Ministério da Economia lembrou que a medida provisória obriga o Dpvat repassar R$ 1,25 bilhão por ano ao Tesouro Nacional até 2022, resultante das obrigações remanescentes dos acidentes ocorridos até o fim deste ano. De 2023 a 2025, o Tesouro receberá mais R$ 1 bilhão. Segundo a SPE, os repasses totais equivalem a quase cinco vezes a transferência de recursos para o SUS em valores deste ano.

Após se reunir na semana passada com a secretária estadual de Educação Maria Cecília Amendola da Motta, o deputado estadual Renato Câmara  MDB) reforçou nesta quarta-feira (11) o pedido para que a Escola Rotary Doutor Nelson de Araújo, em Dourados, continue sob a responsabilidade do governo do Estado.

Em indicação apresentada na sessão desta quarta-feira da Assembleia Legislativa, o emedebista destacou que a proposta de municipalização da escola, apresentado pela SED (Secretaria Estadual de Educação), tem gerado um grande revolta entre professores, funcionários, pais e alunos, que temem que a mudança no modelo de gestão da escola possa resultar na queda da qualidade do ensino oferecido atualmente na instituição. Com 51 anos de serviços prestados à educação, a Escola é referência no ensino público em Dourados.

“A proposta de municipalização da escola tem movimentado toda a comunidade escolar. Conversamos com a diretora e funcionários e todos estão muito temerários quanto a possibilidade de municipalizar a gestão da escola. Estive na Câmara nesta semana e os vereadores também pediram nosso apoio para que a Secretaria Estadual de Educação possa rever essa medida e manter a Escola Nelson de Araújo sob o comando do governo do Estado. Estamos fazendo às articulações necessárias e esperamos que o governo seja sensível a esse movimento da comunidade”, destacou Renato Câmara.

Com aproximadamente 300 alunos que estudam do 1° ano ao 5° ano, a Escola Rotary Doutor Nelson de Araújo desde que passou a participar das avaliações de larga escala, aplicadas pelo MEC, vem apresentando resultados crescentes, ultrapassando a meta estabelecida para 2021 e ocupando o lugar de destaque no Estado com a nota do IDEB de 7,4 (2015). Atualmente, a Escola Nelson de Araújo tem a segunda maior nota do Estado nas avaliações do IDEB, entre as instituições de educação em séries iniciais.

No total, a proposta de reordenamento apresentada pelo governo do Estado inclui 13 escolas em oito municípios, sendo que cinco delas encerrariam as atividades e 8 passariam a ser municipais, ou seja, deixam de oferecer o ensino médio.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou hoje (12) que 266 instituições de ensino superior no Brasil tiveram desempenho inferior às demais, avaliadas em 2018. Segundo o Inep, autarquia do Ministério da Educação (MEC), 12,9% das instituições de ensino no Brasil tiveram um Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) 1 ou 2, em uma escala que vai de 1 a 5.

O índice 3 reúne a maior parte das instituições. Aquelas que tiveram desempenho menor que a maioria recebem conceitos 1 ou 2.

Já as que tiveram desempenho maior que a maioria recebem 4 ou 5. No ano passado, sete instituições de ensino tiveram o índice 1, de pior desempenho, enquanto 259 obtiveram o índice 2. A maior parte - 63,6% das instituições - obteve índice 3, o que representa 1.306 instituições avaliadas. Na outra ponta, 23,3% obtiveram índices 4 ou 5, totalizando 460 instituições de ensino superior.

O IGC é um indicador de qualidade do ensino superior brasileiro. Ele é calculado anualmente e leva em consideração uma série de insumos, como avaliação dos cursos de pós-graduação e distribuição dos estudantes entre cursos de graduação e pós.

Entra no cálculo também o Conceito Preliminar de Curso (CPC), que é calculado com base na nota dos alunos no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), no Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD) - que mede o quanto o curso de graduação agregou ao desenvolvimento do estudante - e no perfil dos professores.

Ao todo, 8.520 cursos tiveram o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e 2.052 instituições de ensino tiveram o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) de 2018 divulgados hoje. Os índices obtidos por cada entidade podem ser acessados no site do Inep.

A Caixa Econômica Federal divulga, hoje (13), o calendário para a retirada extra do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), sancionada hoje (12) pelo presidente Jair Bolsonaro. A medida injetará mais R$ 3 bilhões na economia, mas não valerá para todos os trabalhadores.

Só terá direito ao saque extra quem tiver alguma conta de FGTS, ativa ou inativa, com saldo de até R$ 998, o valor atual do salário mínimo, até 24 de julho deste ano. Quem tiver saldo acima desse valor na conta do FGTS só poderá retirar os R$ 500 originalmente previstos para o saque original.

Dessa forma, um trabalhador que tinha R$ 998 numa conta do FGTS e R$ 1 mil em outra conta até 24 de julho só poderá sacar R$ 998 da primeira conta e R$ 500 da segunda. Nesse caso, se o trabalhador tiver retirado R$ 500 de cada conta na primeira etapa do saque imediato, poderá sacar os R$ 498 restantes da primeira conta e não poderá retirar mais nada da segunda.

Para saber se tem direito ao saque adicional, o trabalhador deve consultar o extrato do FGTS na página na Caixa na internet. A consulta também pode ser feita no aplicativo FGTS, disponível nos smartphones dos sistemas operacionais Android, iOS e em computadores com o sistema Windows.

Para a consulta, basta o trabalhador digitar o número do CPF e a senha para verificar o extrato. Caso não tenha senha ou tenha se esquecido dela, o trabalhador deve cadastrar uma nova, mas, para isso, deve ter em mãos o Número de Identificação Social (NIS), que pode ser encontrado na carteira de trabalho, no cartão do cidadão ou no extrato impresso do FGTS.

Ao acessar a conta, o trabalhador deve clicar no botão Extrato Completo, onde aparecem todas as contas do FGTS, ativas e inativas, em seu nome. O correntista deverá clicar nas informações de cada conta. Caso tenha saldo de até R$ 998 em 24 de julho, poderá sacar até esse limite.

Se o trabalhador não tiver feito o saque imediato nos últimos meses, poderá retirar até R$ 998 da conta com saldo de até um salário mínimo. No entanto, caso já tenha feito a retirada, poderá sacar a diferença entre R$ 500 e o saldo remanescente.

Todo início de ano, os proprietários de veículos automotores já se programam para realizar o pagamento do IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores). Caso não raro, circulam pelas redes sociais diversas informações de pessoas que afirmam ter recebido boletos falsos para pagamento do tributo. Pensando nisso, o Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria de Fazenda (Sefaz), resolveu dar algumas dicas para que seja possível atestar a autenticidade das guias de pagamento.

A forma correta de conferir se o canhoto que você recebeu é de fato verdadeiro leva em conta a verificação dos detalhes impressos na frente e no verso do canhoto.

Frente

1- Janela com informações, instruções para pagamento do IPVA e verificação de autenticidade do documento: contém informações sobre a Notificação para pagamento do IPVA, prazo de impugnação, opções de pagamento do imposto, como obter segunda via do Documento de Arrecadação (DAEMS), onde obter informações sobre o imposto e onde efetuar pagamentos em atraso e conferência do Documento de Arrecadação (DAEMS) do IPVA.

2- Mensagens do Governo do Estado do MS

3- Janela com dados do destinatário

4- Contém o nome do contribuinte e o endereço de correspondência do mesmo.

5- Janela para uso dos correios: contém campos para justificativa do motivo de não entrega da correspondência, bem como a data e a assinatura do responsável.

Verso

O verso da Notificação é composto de 7 canhotos. São eles:

PRIMEIRA PARCELA:

Destinado ao pagamento da primeira parcela do imposto, quando o contribuinte fez a opção pelo pagamento parcelado em até 5 (cinco) vezes. O canhoto é composto dos campos: placa do veículo, data de vencimento da parcela (neste caso, 31/01/2020), código do tributo que está sendo recolhido (nesse caso, 213), código de barras, ano de referência do imposto (2020), número do documento (número interno de referência da SEFAZ-MS), valor da parcela a ser paga.

SEGUNDA PARCELA:

Destinado ao pagamento da segunda parcela do imposto, quando o contribuinte fez a opção pelo pagamento parcelado em 5 (cinco) vezes. A composição do canhoto é similar ao do canhoto da Primeira Parcela, tendo somente como diferencial a data de vencimento da mesma, que nesse caso é 28/02/2020.

TERCEIRA PARCELA:

Destinado ao pagamento da terceira parcela do imposto, quando o contribuinte fez a opção pelo pagamento parcelado em 5 (cinco) vezes. A composição do canhoto é similar ao do canhoto da Primeira Parcela, tendo somente como diferencial a data de vencimento da mesma, que nesse caso é 31/03/2020.

QUARTA PARCELA:

Destinado ao pagamento da quarta parcela do imposto, quando o contribuinte fez a opção pelo pagamento parcelado em 5 (cinco) vezes. A composição do canhoto é similar ao do canhoto da Primeira Parcela, tendo somente como diferencial a data de vencimento da mesma, que nesse caso é 30/04/2020.

QUINTA PARCELA:

Destinado ao pagamento da quinta parcela do imposto, quando o contribuinte fez a opção pelo pagamento parcelado em 5 (cinco) vezes. A composição do canhoto é similar ao do canhoto da Primeira Parcela, tendo somente como diferencial a data de vencimento da mesma, que nesse caso é 29/05/2020.

COMPROVANTE DO CONTRIBUINTE:

Canhoto onde serão autenticados os pagamentos efetuados pelo contribuinte, de acordo com a modalidade de pagamento escolhida. É o comprovante que o contribuinte tem de que suas obrigações foram quitadas. O canhoto é composto dos campos: exercício do imposto (2020), nome do proprietário do veículo e dados do veículo (placa, número do RENAVAM, marca e modelo, ano de fabricação, cor predominante, município de registro, número do chassi) – primeira janela do canhoto. Na segunda janela, constam os campos: valor venal do veículo, alíquota de cálculo do imposto e valor total do IPVA (sem desconto) e abaixo, os valores discriminados para pagamento, seja em cota única ou parcelados. Além das janelas citadas, constam as janelas destinadas as autenticações, de acordo com a modalidade escolhida de pagamento.

COTA ÚNICA:

Destinado ao pagamento do imposto em valor único, com desconto de 15% sobre o valor, com pagamento até 31/01/2020. O canhoto é composto dos campos: placa do veículo, data de vencimento da cota única, código do tributo que está sendo recolhido (nesse caso, 210), código de barras, data de referência do imposto (2020), número do documento (número interno de referência da SEFAZ-MS), valor do imposto já com o desconto de 15%.

Mais opções

O contribuinte pode acessar a página de Autoatendimento da Sefaz ou se dirigir a Unidade de Fiscalização do IPVA (UFIPVA) para atendimento presencial. O endereço é av. Fernando Corrêa da Costa, 858 – Centro, Campo Grande – MS. O expediente é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

Há ainda a possibilidade de atendimento telefônico pelos números (67) 3316-7500 / 3316-7534 / 3316-7541.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.215 da Mega-Sena, sorteados nesta quarta-feira (11). O prêmio acumulado para o próximo sorteio, previsto para sábado (14), é de R$ 31 milhões.

As dezenas sorteadas foram 01 - 19 - 21 - 23 - 33 - 43.

Os 48 apostadores que acertaram a quina vão receber R$ 53.207,20, e os 4.092 que fizeram a quadra, R$ 891,61.

360x310 (2) Imobiliaria
360x310 (3) Comercial Oshiro
Urban
360x310 (7)
Publicidade