Dourados-MS,
PRINCIPAL OK

Os números da dengue seguem preocupando em todo o Mato Grosso do Sul e, particularmente, em Dourados. Segundo o boletim mais recente do Núcleo de Vigilância Epidemiológica, divulgado nesta semana (veja abaixo), já foram feitas 1.376 notificações em todas as regiões do município, com 773 casos confirmados e 481 com resultado negativo. Outros 122 exames ainda aguardam resultados. Um óbito foi confirmado tendo como causa a dengue em 2022.

Dados das últimas três semanas, porém, mostram uma tendência de queda. Foram 69 notificações, apenas oito na última semana. Mas isso tem explicação, segundo o médico veterinário Luís Carlos Luciano Júnior, coordenador do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses). “É sazonal. Esta época do ano não é a mais favorável ao mosquito da dengue pelas temperaturas mais amenas, que limita seu voo, seu raio de ação. Claro que isso se reflete nos números de notificações e casos que, historicamente, cai neste período”, explica.

De acordo com Luciano, porém, não é época de abaixar a guarda em relação à dengue, zika e Chikungunya, pelo contrário. “Estamos em estado de alerta. Os ovos do mosquito aedes aegypti, responsável pela disseminação dessas doenças, já foram depositados e eles ficam até 500 dias a espera de água para seguir o ciclo. Quando isso acontece, bastam sete dias para se ter o mosquito em fase adulta”, explica.

Para ele, parceria com a população é fundamental para que os casos de dengue em Dourados caiam. “Toda ação é importante, por mínima que seja. Cada um precisa ser responsável pelo cuidado do próprio imóvel e evitar, por exemplo, descarte indevido de embalagens de alimentos vazias em vias públicas. Esse lixo descartado se torna depósitos propícios para proliferação do mosquito”, completa Luciano.

O vereador Marcelo Mourão (Podemos) agradeceu à Prefeitura de Dourados pela limpeza de um terreno localizado na esquina da Avenida Décio Martins Capilé com a Rua Projetada D, no bairro Jardim Ipê Roxo, bem em frente do Residencial Roma.

Marcelo ressaltou que a reivindicação era antiga por parte dos moradores de toda aquela região, principalmente de educadores e pais de alunos do Ceim Clarinda Mattos, única edificação no quarteirão.  

A preocupação, além da questão segurança por ser um terreno grande e baldio, se dava também por conta da proliferação de insetos e animais peçonhentos causada pelo matagal e pelo lixo depositado irregularmente por populares naquele local.

O vereador destacou a competência do secretário Romualdo Diniz, titular da Semsur (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos), que deu total atenção ao pedido do parlamentar, feito via indicação apresentada no Legislativo Douradense.

O vereador Dr. Diogo Castilho (PSDB) esteve no início desta semana reunido com o Secretário-Adjunto de Saúde de Dourados, Márcio Grei Figueiredo, que assumiu interinamente a pasta no lugar do titular, o médico Waldno Pereira Lucena Júnior, que está de férias.

A Câmara Municipal de Vereadores está em período de recesso e o parlamentar tem aproveitado esse momento para se reunir com lideranças estaduais e do município na busca de recursos e estratégias que possam melhorar o atendimento na saúde de Dourados.

“Esse momento é propício para fazermos reuniões com lideranças políticas e representantes das secretarias de saúde do Estado e do município. Nosso foco é lutar por benefícios que venham trazer mais qualidade no atendimento à população. Esse foi o papel que assumi com vereador e vou defender a bandeira da saúde enquanto estiver no legislativo”, declarou o vereador.

Entre as pautas da reunião com o secretário-adjunto, o vereador falou das cirurgias liberadas para os municípios do interior. Já que muitos pacientes de Dourados têm ido para outras regiões, mesmo com a cidade tendo toda estrutura necessária para atender a demanda.  O vereador pediu que o secretário intervenha para que essas cirurgias sejam feitas em Dourados e dê mais comodidade aos pacientes.

“Estamos tentando transferir essas cirurgias ao Hospital Regional de Dourados para facilitar a vida dos pacientes que moram aqui e na região. Assim não precisarão percorrer grandes distâncias, nem ficarem longe de casa e da família. E caso não seja possível, vamos lutar para conseguir pelo menos o transporte e reduzir os custos dessas pessoas”, enfatizou Dr. Diogo Castilho.

Uma interlocução vem sendo feita entre a Secretaria Municipal de Saúde, o vereador e a equipe do Hospital Regional, juntamente com a Secretaria de Estado de Saúde, para buscar uma solução e agilizar o processo de realização das cirurgias em Dourados.

A campanha Inverno Solidário “É Tempo de Aquecer”, realizada pela Prefeitura de Dourados, bateu a marca de mais de 3 toneladas de arrecadação, ultrapassando as expectativas. A ação é organizada pela Agehab (Agência Municipal de Habitação), Semas (Secretaria Municipal de Assistência Social) e Semdes (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico).

Diego Zanoni, diretor-presidente da Agehab, comemorou o resultado obtido até o momento. “Só temos a agradecer a todos os parceiros e a sociedade que fizeram um esforço enorme para doar. É emocionante perceber a generosidade de quem se dispôs a ofertar um pouco do que tem em casa para ajudar o próximo, aqueles que mais precisam. Essa união traz resultados expressivos, superamos a meta de 2 toneladas de agasalhos que foi arrecadada no ano anterior”, comentou Zanoni. 

As peças doadas estão sendo distribuídas nos Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do município e distritos. “Todos os Cras receberam as doações para distribuir para famílias em situação de vulnerabilidade. Essa campanha tem uma importância fundamental, pois ajuda a aquecer muitas pessoas que não tem condições de comprar agasalhos para os períodos mais frios”, disse 

Daniela Hall, secretária da Semas. 

No dia 11 de agosto, acontece o último “Dia D” da campanha, com uma ação no Cras do distrito de Itahum, onde além de entregar as doações, a Prefeitura realizará diversas atividades com a comunidade.

Ainda é tempo de doar

As arrecadações seguem até o dia 29 de julho. Podem ser doadas peças de frio como luvas, casacos, blusas, jaquetas, toucas, sapatos, cobertores, calças, cachecóis em bom estado de uso. 

A campanha conta com mais de 30 pontos de arrecadação localizados na Agehab; Semas; Semdes; Semc (Secretaria Municipal de Cultura); Procon; Central do Cidadão; Guarda Municipal; Poupatempo;  Shopping Avenida Center, Aced; (Associação Comercial e Empresarial de Dourados); CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas); Supermercados Chama; Líder Supermercados; Influx; Piaseg; Auto Escola Liderança; Clube Indaiá; Tv RIT; DZM Eventos; Conped (Conselho de Pastores Evangélicos de Dourados); Sicredi; Senai; Senac; Unigran; Instituto Animal; TOP 15; Gazin; Associação Médica; Rotary Club; Tigo Celulares; Casa Vitória; Ella Cosméticos; Realce Cosméticos; El Shaday Papel Graf; El Shaday Rádio Web; Bella Bistrô; Via Brantz Modas; 12 Seguros; Milkoisas Papelaria; Benigon Produções; Ótica Foco; VDC e Fashion Store.

Mais Artigos...