Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-20-11- (1000X90)

Com apoio dos técnicos da Semaf (Secretaria Municipal de Agricultura Familiar), a Prefeitura de Dourados está realizando o “Projeto Guaviras nas Praças e Parques”.

“Neste momento estamos recebendo as mudas a Praça da Juventude e o Jardim do Terminar Rodoviário de Dourados”, afirmou o secretário Junior Bittencourt ao acrescentar que “esse é um projeto "audacioso", solicitado pela prefeita Delia Razuk no ano passado”.

O secretário afirmou que “também tivemos muitos contratempos devido à falta de experiência acumulada com essa cultura e começamos produzindo algumas mudas por talude, algo que precisa de intervenções na raiz de plantas já adultas, daí a dificuldade em produzir em pagar escala”.

“Durante o início da safra no fim do ano chegamos a semear milhares de mudas via colheita dos frutos e tratamento das sementes. Chegou a nascer mais de cinco mil mudas. Mas, com o passar dos dias as mesmas começavam não crescer, amarelar e morrer”, explicou o titular da Semaf.

Junior Bittencourt disse que “como não desistimos fácil, e gostamos de desafios, ainda no fim da safra conseguimos colher mais frutos e semeamos novamente no viveiro municipal, de novo os contra tempos, perdemos muitas, trocamos muitas experiências com outras instituições, e algumas sobreviveram. E agora é gratificante dar continuidade ao projeto”.

A Semaf, segundo o secretário, pretende produzir novamente em larga escala as mudas no início da safra na região no mês de novembro ainda.

Decreto publicado em edição suplementar do Diário Oficial nesta segunda-feira (15) e com vigência imediata, “estabelece medidas restritivas às atividades e serviços essenciais e não essenciais como mecanismo de enfrentamento da Emergência em Saúde Pública, decorrente do novo Coronavírus, de acordo com a situação epidêmica da Covid-19”.

Considerando que “a gravidade da emergência causada pela pandemia do Coronavírus exige das autoridades municipais a adoção de todas as medidas possíveis e tecnicamente sustentáveis para o apoio e manutenção das atividades do Sistema Único de Saúde, bem como para a contenção da transmissão da Covid-19 e considerando ainda o baixo índice de isolamento social”, fica suspenso o funcionamento, pelo período de 15 dias, a partir do dia 18 de junho de 2020, das igrejas, templos religiosos ou espaços destinados à celebração de cultos religiosos.

As academias ficam limitadas obrigatoriamente a lotação de 30% capacidade do recinto e os hotéis deverão funcionar com até 50% da sua capacidade de público.

Conforme ainda o decreto, fica obrigatório o uso de máscaras nos passeios e espaços públicos e em todos os estabelecimentos comerciais, sob pena de infração ao art. 268 do Código Penal, que prevê pena de prisão e multa a quem infringir determinação do poder público destinado a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

O decreto também proíbe aglomeração de pessoas em qualquer recinto, inclusive em suas residências, sob pena de infração ao mesmo artigo do Código Penal. “Entende-se por aglomeração quando houver reunião com número maior de pessoas do que os residentes no local”.

A Guarda Municipal passa a dividir tarefa com fiscais de Postura e fica autorizada a fechar os estabelecimentos que desobedecerem aos decretos e deverão encaminhar o auto de infração para a Secretaria de Planejamento para suspensão dos alvarás.

A Prefeitura de Dourados, por intermédio do setor de fiscalização do Procon, efetuou pesquisa de preços do combustível nos dias 9 e 10 em 40 estabelecimentos na cidade e distritos. Foram pesquisados etanol, diesel comum e S10 e gasolina comum e aditivada.

O menor preço encontrado na gasolina comum foi de R$ 3,890; no diesel comum foi de R$ 2,990; e diesel S10 R$ 3,050; e no etanol o menor preço praticado é de R$ 2,920.

A diferença entre o menor preço encontrado na gasolina comum (R$ 3,890) e o maior preço (R$ 4,289) é de 10.26%. No etanol a diferença entre o menor e maior preço é de 16,4%; no diesel comum é de 16,4% e no diesel S 10 é de 14,7 %.

O preço médio da gasolina em Dourados é de R$ 4,012. Em maio o preço médio praticado era de R$ 3,946, ou seja, houve alta de 1,68%. O preço médio do etanol em Dourados é de R$ 3,127, sendo que em maio era de R$ 3,112, com alta de 0,5%. E em relação ao diesel comum, em maio o preço médio era de R$ 3,091 e nesta pesquisa apontou como preço médio o valor de R$ 3,148, uma alta de 1.85%. Já o diesel S 10 apresentou na pesquisa de maio o valor médio de R$ 3,170 e na pesquisa do mês de junho preço médio de R$ 3,213, mostrando uma alta de 1,36%.

O menor preço encontrado na gasolina em Dourados (R$ 3,890) é 0,12 centavos mais barato que o preço médio praticado (R$ 4,012) nos postos da cidade.

O Procon lembra que os consumidores poderão exigir a análise do combustível para descobrir o teor de álcool presente na gasolina, teste esse que será feito pelo próprio funcionário do posto de combustível na frente do consumidor.

Para esclarecer dúvidas ou registrar reclamação os telefones são 151 ou 3411-7754.

Veja a pesquisa completa aqui

Por volta das 9 horas deste domingo (14/6) veio a óbito mais um douradense por complicações causadas pelo coronavírus, um homem, 81 anos, que estava internado em hospital particular da cidade há dez dias.

As informações foram divulgadas em rede social da prefeitura de Dourados. A morte do idoso nesta manhã não está contabilizada no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde onde consta outras duas vítimas fatais de Covid-19, na cidade de Dourados.

Desta forma, Dourados confirmou três mortes por Covid-19 em 24 horas. Ao todo, são cinco óbitos, contando com uma pessoa que estava em Tocantins, mas notificada em Dourados, seguindo protocolo do Ministério da Saúde.

Além da morte mais recente, ocorrida durante esta manhã, a SES apresentou em boletim um total de três óbitos, sendo dois de Dourados e um de Douradina. Ao todo, são 32 sul-mato-grossenses que perderam a vida para o Covid-19.

A 29ª vítima era do sexo masculino, tinha 80 anos, do município de Douradina, com nenhuma comorbidade relatada. A vítima era do distrito de Bocajá e estava internado desde terça-feira, após comparecer a Unidade de Saúde em Douradina com complicações de saúde e ser encaminhado imediatamente ao UPA em Dourados.

Após complicações na manhã deste sábado ele foi transferido ao Hospital Evangélico, na mesma cidade, onde foram realizados outros exames, tendo constatado no teste rápido positivo ao coronavírus. Ele morreu durante a tarde de ontem (13).

Já a 30ª vítima era também do sexo masculino, tinha 65 anos, morava em Dourados, e era hipertenso e diabético.

A 31ª vítima também era uma psicóloga de Dourados, do sexo feminino, de 54 anos, e tinha como comodidades diabetes e doença cardiovascular crônica.

Sendo assim, em Mato Grosso do Sul estão registrados óbitos em Campo Grande (8), Três Lagoas (5), Batayporã (2), Paranaíba (1), Vicentina (1), Dourados (5), Brasilândia (2), Itaporã (2), Iguatemi (1), Rio Brilhante (1), Sidrolândia (1), Ponta Porã (1), Corumbá (1) e Douradina (1).

Mais Artigos...