Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-20-11- (1000X90)

O prazo para a atualização de dados das famílias inscritas no Cadastro Único, que encerraria nesta sexta-feira (15), foi prorrogado pelo Ministério da Cidadania até o próximo dia 14 de outubro. Famílias inscritas no CadÚnico devem atualizar os dados a cada dois anos ou no caso de haver alguma alteração. Já as famílias em averiguação cadastral, cujo prazo para atualizar informações terminou em 10 de junho, ganharam prazo extra até 12 de agosto.

A atualização cadastral é fundamental para assegurar a qualidade dos dados e garantir que as informações registradas na base do Cadastro Único estejam sempre de acordo com a realidade das famílias. Programas sociais como o Auxílio Brasil, o BPC (Benefício de Prestação Continuada), a TSEE (Tarifa Social de Energia Elétrica) e a ID Jovem exigem que o cadastro esteja atualizado para que as famílias possam receber os benefícios.

A Prefeitura de Dourados, através da Semas (Secretaria Municipal de Assistência Social) realizou diversos mutirões de recadastramento nos últimos meses nos Cras da cidade (Centro de Referência de Assistência Social) para atender as famílias que necessitavam fazer as atualizações.

“O cadastramento está acontecendo em todos os Cras do município. Toda nossa equipe está empenhada para atender a demanda. Nos últimos meses atendemos aproximadamente 950 famílias e vamos continuar trabalhando para cumprir os objetivos. A falta de atualização dos dados do CadÚnico pode levar à suspensão do benefício e posterior cancelamento. Se os registros não forem regularizados, as famílias podem ser excluídas do Cadastro Único a partir de julho de 2023”, explicou Daniela Hall, secretária da Semas.

Para a atualização é necessário levar os documentos de todos que moram na casa, RG, CPF, Carteira de Trabalho, Título de Eleitor, conta de luz atualizada e Certidão do Nascimento e Declaração de matrícula – para crianças e jovens de 4 a 21 anos. “Quem tiver qualquer dúvida sobre documentos ou se precisa fazer o cadastro, não deixe de procurar ajuda nos Cras. Uma pessoa da família pode atualizar as informações de todos os membros. Esse atendimento também pode ser agendado, para evitar filas e aglomerações”, conclui Daniela.

Ainda é possível conferir se os dados da família estão atualizados por meio do aplicativo do Cadastro Único. Também possibilita saber se as famílias estão sob averiguação ou revisão cadastral. A ferramenta informa, também, o que deve ser feito para a regularização dos registros.

A Revisão do Plano Diretor de Dourados entra na sua terceira etapa e, em agosto, estão agendadas uma série de encontros com a sociedade para discutir o diagnóstico apontado pelas duas primeiras e diretrizes para as próximas. No dia 4 está marcada a audiência pública “A Cidade que Queremos”.

A empresa Alto Uruguai é a responsável pela execução da Revisão do Plano Diretor e já cumpriu duas etapas desde o início dos trabalhos, em março de 2020, quando o contrato foi assinado. Agora, duas arquitetas vão estar em Dourados na primeira semana de agosto para uma série de encontros com a equipe técnica da Prefeitura e com representantes da sociedade civil.

Objetivo agora é discutir propostas. “As duas primeiras etapas apontaram a cidade que temos. Agora vamos discutir com os douradenses em uma série de reuniões a cidade que queremos. É uma etapa de propostas, de se comunicar com a população douradense, reunir ideias e formalizar uma proposta para Dourados ser a cidade que queremos”, explica a arquiteta Ana Luiza Ávila de Lima, responsável pela coordenação e fiscalização do Plano Diretor.

De acordo com Ana Luiza, é o Plano Diretor que determina as diretrizes básicas do desenvolvimento do município, como regras viárias, de edificação, parcelamento e uso do solo, entre outros temas e promove o diálogo entre os objetivos sociais, econômicos e ambientais para as cidades. “É no Plano Diretor que se avalia o macrozoneamento do município, observando as vias de escoamento de produção, circulação de veículos, modal rodoferroviário, acessos às zonas urbanas, distritos e suas funções de apoio à zona rural, reservas indígenas, além da identificação das diversas Zonas Especiais”, completa a arquiteta.

Diálogo com a Sociedade

Para cumprir essa etapa, estão previstas oficinas técnicas entre os dias 1º e 6 de agosto. Nos três primeiros dias com o Conselho Municipal (CM) e nos demais com o Núcleo Gestor Participativo (NGP). “O NGP vai se reunir no dia 28 de julho para analisar pré-propostas. O grupo é composto por pessoas que representam 33 entidades do município. É a forma que se tem de fazer a conversa do setor público com o setor privado por meio dos representantes da cidade”, explica Ana Luíza.

As Oficinas Comunitárias funcionam como uma conversa direta com a população e estão agendados cinco encontros. No dia 1º de agosto na Escola Municipal José Eduardo Canuto, Distrito de Itahum; dia 2 na Escola Municipal Neil Fioravanti, Parque dos Coqueiros; dia 3 do Distrito de Vila Vargas, dia 5 na Escola Municipal Aurora Pedroso, Parque Alvorada; dia 6 na Escola Municipal Tengatui Marangatu, Aldeia Bororó.

A Prefeitura de Dourados, por meio da Semc (Secretaria Municipal de Cultura), publicará o novo edital do FIP (Fundo de Investimentos à Produção Artística e Cultural) 2022 na segunda quinzena de julho. A data para inscrição será informada no edital.

Este ano, a legislação foi reestruturada e atualizada, o que gerou mais flexibilidade para os editais e inseriu três novas áreas artísticas, que disputarão o montante de RS 195 mil. O investimento promove suporte financeiro à classe artística douradense e valoriza a cultura no município.

O FIP selecionará 20 projetos culturais nas áreas de: Artes Cênicas, Artes Visuais, Artesanato, Audiovisual, Cultura dos Povos Tradicionais e Populares, Dança, Literatura e Leitura, Música Patrimônio Cultural, Material e Imaterial e Produção Técnica e Gestão Cultural.

Cada área cultural poderá ter inscrições de projetos artísticos nos valores de R$ 12.5 mil e R$ 7 mil, respectivamente.

O secretário municipal de Cultura, Francisco Chamorro “Kinho”, destaca que “a atualização da legislação do FIP foi uma conquista da gestão atual, e o lançamento anual do edital do fundo que demonstra o comprometimento que temos com a cultura e os artistas douradenses e com o desenvolvimento da economia cultural do município”.

O prefeito Alan Guedes acompanhou nesta sexta-feira (8) a entrega de quatro novos ônibus, sendo um deles um bi eixo considerado o “super ônibus”, que comporta mais passageiros, com maior conforto e comodidade, disponibilizando ainda carregador USB ao lado das poltronas. A entrega foi feita na Praça Antônio João e os veículos, que estão no processo final de documentação junto ao Detran/MS, devem começar a circular na próxima segunda-feira (11).

“Hoje nós estamos entregando quatro novos ônibus para integrar a frota de veículos do transporte coletivo de Dourados. Isso é fruto de um trabalho diário em que nos comprometemos a oferecer mais qualidade, com menor preço. Este é o terceiro mês da tarifa mais barata que conseguimos baixar o valor de R$ 3,50 e para R$ 3,25, o que gera economia para as famílias que dependem do transporte coletivo todos os dias”, ressaltou o prefeito Alan Guedes.

A Viação Dourados é uma das primeiras empresas do país a adquirir os novos super ônibus da Volkswagen. São três modelos convencionais e um trucado. Esse último tem a maior capacidade técnica do segmento e pode levar até 22 toneladas, aproximadamente 115 passageiros. Deve atender a linha da Cidade Universitária nos horários de pico e ficar à disposição para outras linhas de acordo com a demanda.

Conforto, segurança e acessibilidade

Os ônibus vêm com sistema de ar-condicionado, itinerários eletrônicos na cor branca, piso em taraflex, três portas do lado direito com o embarque feito na porta dianteira, elevador semiautomático para PCD’s na porta central, além de assento no saguão destinado exclusivamente para pessoas com mobilidade reduzida ou pessoa com deficiência visual acompanhada por cão-guia.

De acordo com a diretora-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Mariana de Souza Neto, com esses ônibus a renovação da frota da Viação Dourados chega a nove veículos novos em dois anos e fazem parte de uma política de investimento na mobilidade urbana de Dourados implantada na gestão do prefeito Alan Guedes. “São medidas que vão desde a implantação de novas linhas, modernização da frota, uso de tecnologia, conforto ao usuário e a diminuição do preço da tarifa que buscam incentivar o douradense a utilizar mais o transporte coletivo”, explica Mariana.

O diretor da Viação Dourados, Marcelo Saccol, explica que as novas aquisições visam a comodidade do usuário. “Estes foram investimentos feitos no transporte coletivo levando mais qualidade no serviço. Este ônibus bi eixo, vem para substituir o ônibus articulado, pois ele comporta mais passageiros que o ônibus tradicional e com menor gasto de combustível do que o articulado consome e ainda conta com ar-condicionado, outra comodidade para o usuário”, destaca.

Acompanharam a entrega dos novos ônibus o diretor da Funsaud, Jairo José, diretor-presidente do Iman, Wolmer Sitadini, diretora-geral da GMD, Liliane Graziele Cespedes de Souza Nascimento, secretária de Assistência Social, Daniela Hall, e os vereadores Cemar Arnal e Rogério Yuri.

Mais Artigos...