Dourados-MS,
PRINCIPAL OK

Começou nesta quarta-feira (3) a 7ª ExpoFlor Dourados, na Praça Antônio João. A exposição é organizada pelo Lions Clube Dourados e tem apoio da Prefeitura de Dourados. Até o próximo domingo (7), entre 8h e 19h, os visitantes podem comprar orquídeas variadas vindas de Marechal Cândido Rondon, no Paraná, e outros tipos de flores produzidas em Santa Catarina.

Ao todo, a ExpoFlor oferece mais de 180 variedades, entre flores, folhagens e flores ornamentais. Nesta edição é oferecida também mudas de frutas cítricas. “Fizemos todo o processo necessário para comercializar essas mudas, inclusive com orientação e autorização do Iagro”, explica Marlene Movio Squarizi, presidente do Lions Dourados.

O evento acontece com suporte de aproximadamente 30 voluntários e o lucro será revertido para as ações desenvolvidas pelo Lions. “Temos o Banco Ortopédico com mais de 80 cadeiras de roda, 40 cadeiras de banho e diversas muletas e andadores que precisam ser trocados ou receber a manutenção necessária. Desenvolvemos também o Projeto Amigas do Coração e outras ações diversas para a comunidade”, completa Marlene.

A Prefeitura de Dourados, por meio da Semop (Secretaria Municipal de Obras), realizou mais de 114,8 km em patrolamento e limpezas no mês de julho. As ações ocorreram em 15 áreas do município, para melhorar o acesso às vias de cascalho e estradas vicinais. 

A Semop ainda realizou 5,7 km de cascalhamentos e construiu 22 caixas de contenção de águas, que facilitam o escoamento da água da chuva. Parte das ações foram realizadas em parceria com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).

O secretário de Obras, Luis Gustavo Casarin, destacou que as atividades foram concentradas principalmente na área rural. “Cerca de 86% dos serviços foram feitos na área rural do município, além do tempo seco também beneficia os produtores rurais a escoar a safra de milho que está a todo vapor”, destaca. 

Ao todo, foram realizados 99,7 km de patrolamento na área rural. Os serviços foram executados nos Travessões Li Teixeira, Paloma, Barroso, Barbosa, Guaçú, Shekiná, Indápolis, Guanandy, no assentamento Lagoa Grande e Distrito Verde. 

Já a área urbana recebeu 15,1 km de patrolamento. As equipes passaram pelas regiões do Distrito de Itahum, Macaúba, Vila Roma, Santa Fé e Loteamento Pousada dos Pássaros.

A Prefeitura de Dourados, por meio da Semop (Secretaria Municipal de Obras), realizou mais de 114,8 km em patrolamento e limpezas no mês de julho. As ações ocorreram em 15 áreas do município, para melhorar o acesso às vias de cascalho e estradas vicinais. 

A Semop ainda realizou 5,7 km de cascalhamentos e construiu 22 caixas de contenção de águas, que facilitam o escoamento da água da chuva. Parte das ações foram realizadas em parceria com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).

O secretário de Obras, Luis Gustavo Casarin, destacou que as atividades foram concentradas principalmente na área rural. “Cerca de 86% dos serviços foram feitos na área rural do município, além do tempo seco também beneficia os produtores rurais a escoar a safra de milho que está a todo vapor”, destaca. 

Ao todo, foram realizados 99,7 km de patrolamento na área rural. Os serviços foram executados nos Travessões Li Teixeira, Paloma, Barroso, Barbosa, Guaçú, Shekiná, Indápolis, Guanandy, no assentamento Lagoa Grande e Distrito Verde. 

Já a área urbana recebeu 15,1 km de patrolamento. As equipes passaram pelas regiões do Distrito de Itahum, Macaúba, Vila Roma, Santa Fé e Loteamento Pousada dos Pássaros.

A Prefeitura de Dourados, por intermédio do programa IST/Aids e Hepatites Virais, realizou mais de 1.682 testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatites B e C. As atividades fizeram parte das ações feitas no “Julho Amarelo”, mês de combate às doenças. Destes, cerca de 1,4% dos testes tiveram resultado positivo, receberam atendimento médico e iniciaram o tratamento.

No total, 25 testes deram reagente ativo para as seguintes doenças: 10 para HIV, 14 para Sífilis, 1 para Hepatite B e 0 para Hepatite C. A coordenadora do Programa Municipal de IST/AIDS e Hepatites Virais, Aurenita Barbosa, aponta que este trabalho é realizado durante todo o ano na sede do programa, mas no mês de julho as ações são levadas também para empresas.

“Nós aproveitamos o Julho Amarelo para dar destaque às doenças e facilitar o acesso aos testes, para aquelas pessoas que trabalham no horário de atendimento da nossa unidade. Este ano, tivemos 25 testes positivos e estes foram encaminhados para atendimento médico e começaram o tratamento”, ressalta.

Aurenita ainda reforça que quanto mais cedo houver o diagnóstico, maiores são as chances de melhora. “Estas são doenças silenciosas que quando apresentam sintomas podem estar em estágios avançados o que dificulta o tratamento, mas nos casos de hepatite e sífilis tem cura. Já os casos de HIV, é preciso iniciar o tratamento para evitar que a Aids, forma mais grave da doença, se desenvolva”, assegura.

As ações contaram com a parceria do SEST/SENAT. Entre as atividades foram realizadas uma palestra realizada no Mackenzie Hospital Evangélico – Dr. e Sra. Goldsby King, ações na Ambev, BRF S.A. e Coamo.

Mais Artigos...