All for Joomla The Word of Web Design
Dourados-MS,
Câmara_plano_diretor
Grid List

Rodrigo da Silva Queiros, 37, de Campo Grande, foi encontrado morto por enforcamento em uma das celas da PED (Penitenciária Estadual de Dourados) na manhã desta quinta-feira (6/6).

O caso foi registrado durante entrega do café da manhã aos presos do raio 2. 

Segundo boletim de ocorrência, Rodrigo ocupava espaço na cela 46 com outros 27 presos. Nesta manhã (6), quando agentes distribuíam o café, o detento foi visto pendurado com corda artesanal, já sem vida.

A Polícia Civil e perícia criminal foram acionadas para registro da ocorrência. O caso será investigado no 2° Distrito Policial de Dourados. 

Alexsandro Rodrigues da Silva, 20 anos, residente em Santa Izabel do Oeste (PR), acabou preso na noite deste domingo (5/5), no Terminal Rodoviário Renato Lemes Soares, em Dourados, sob suspeita de tráfico de drogas. O caso ocorreu por volta de 22h50.

Equipe da Guarda Municipal realizava rondas no local, quando ocorreu a abordagem dentro de um ônibus.

Na mala, foram encontrados 15,4 quilos de maconha e três quilos de skunk. Questionado, disse ter adquirido na região de fronteira por R$ 5 mil e venderia na cidade de Cascavel (PR).

Lá, alugaria uma casa no bairro Cascavel Velho, onde visava lucro de R$ 10 mil. O rapaz também afirmou ter sido apreendido por tráfico quando menor.

Encaminhado ao 1º Distrito Policial e autuado em flagrante pelo crime.

(Dourados News)

Foto: Osvaldo Duarte

Foto: Bruno Henrique / Correio do Estado

Dourados

A quarta fase da Operação Luz na Infância, que investiga casos relacionados a pornografia infantil, foi deflagrada nesta quinta (28) em três cidades de Mato Grosso do Sul. Os alvos são em Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. 

A ação é para cumprir seis alvos de busca e apreensão, segundo o portal do jornal Correio do Estado.

As equipes procuram arquivos com conteúdos relacionados a crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes.

Na maior cidade do interior do Estado, conforme apuração da reportagem, devem ser cumpridos dois dos seis alvos. Um deles já se sabe que é no bairro João Paulo II. 

Os alvos foram identificados pela DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) em Campo Grande com base em informativos coletados em plataformas virtuais, que apresentavam indícios suficientes de autoria do crime.

Os pedidos de busca e apreensão foram expedidos por juízes locais.

 

Dourados News

Funcionários e clientes da farmácia Pag Menos, localizada na Avenida Calógeras, na região central de Campo Grande, foram rendidos por um bandido armado na noite de ontem (23). O assaltante deixou o local levando dinheiro e celulares.

Segundo informações do boletim de ocorrência, uma mulher de 50 anos procurou a polícia e relatou que, ao entrar na farmácia, por volta das 19h20, foi rendida por um assaltante que estava atrás do balcão.

O bandido anunciou o assalto, mandou que a vítima entregasse a bolsa e fosse para os fundos do prédio, onde estavam outros clientes e funcionários do estabelecimento.

Pouco tempo depois, o bandido fugiu do local levando celulares e dinheiro das vítimas. Não foi informado o valor que o suspeito levou da farmácia.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

(Campo Grande News)

Foto: WhatsApp/Correio Do Estado

Campo Grande

O guarda municipal Everton Alves da Silva, de 30 Anos, morreu ao voltar do seu trabalho na Avenida Gury Marques, próximo a Rua Osvaldo Aranha, na Vila Concórdia em Campo Grande. 

Segundo informações preliminares, o acidente aconteceu por volta das 05h40 e ele poderia ter dormido na condução.  A moto é um modelo CB 300 azul. 

Equipes do Corpo de Bombeiros e Samu foram acionadas para a ocorrência. A Policia Militar está presente e o corpo ja foi retirado do local. 

A assessoria da Guarda Municipal informou que ele era servidor desde 2010.

Casal viajava o Brasil fazendo furtos em agência bancárias - Foto: Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Campo Grande

Juan Daniel da Silva Capzzello, de 33 anos, e Andréia Pereira dos Anjos, de 22, foram presos por policiais  da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras), suspeitos de sete furtos a bancos em Campo Grande, nos dias 2 e 3 de fevereiro.

Conforme o delegado João Paulo Sartori, responsável pela investigação, a prisão aconteceu na segunda-feira (25), em um motel na cidade de São Paulo (SP), de onde a dupla é natural. Eles teriam gasto cerca de R$ 700 no local.

“Ele [Juan] é casado e tinha um relacionamento extraconjugal com essa menina [Andréia], que acompanha ele em todas as viagens, inclusive fazia as reservas dos hotéis no nome dela, pagava as contas com o cartão dela. Ela disse que fica com 15% do valor aferido”, disse o delegado.

Os furtos de envelopes de depósitos eram feitos com auxílio de placas de MDF e fita adesiva dupla face, que eram usados para “pescar” os envelopes. De acordo o delegado, o casal chegava na agência e aguardava o momento em que os locais ficavam vazios, geralmente aos fins de semana.

O dinheiro que eles levaram das agências de Campo Grande não foi encontrado. Os criminosos também realizaram furtos em cinco cidades do Paraná, em duas em Santa Catarina e em três em Mato Grosso. Há suspeitas que também atuaram em municípios nordestinos.

O casal foram presos e trazidos para Campo Grande, onde as prisões preventivas dos dois já foram solicitadas à Justiça, que responderá por furto qualificado.

 

Correio do Estado

Advertisement